Gostou? Então Compartilhe:

A Consulta CNIS é mais um dos serviços que a Previdência Social disponibiliza. É bastante importante para você ter acesso ao Cadastro Nacional de Informações Sociais. Além disso, é essencial para um monte de coisas.  E é exatamente disso que falaremos mais hoje.

Consulta CNIS

Consulta CNIS

Consulta CNIS: Realizando a consulta.

Para realizar a Consulta CNIS, basta seguir as dicas abaixo. Confira:

  • As consultas podem ser feitas através desse link, você terá acesso a todas as informações feitas pelo empregador em seu cadastro.
  • Ou se preferir, você pode ir até a Agências da Previdência Social – APSs. E solicitar uma senha para consultas pela internet, no site da previdência. Se você tem conta no Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, pode solicitar sua senha através dessas instituições.

Com o CNIS o trabalhador tem acesso durante toda sua vida profissional. E também a todas informações sobre seguro desemprego, FGTS, e, no que se refere aos dados trabalhistas que queira consultar.

CNIS: Conhecendo mais

Essa sigla CNIS significa Cadastro Nacional de Informações Sociais. Esse cadastro é vinculado aos dados nacionais do INSS, nele estão armazenadas todas as informações dos trabalhadores empregados, dos contribuintes individuais, dos empregadores, dos vínculos empregatícios e de remunerações.

Na realidade, essa base de dados existe desde 1989, mas com a siglas, CNT- Cadastro Nacional do Trabalhador, criada pelo Governo Federal, era integrada ao Ministério da Previdência e Assistência Social, Ministério do Trabalho e Caixa Econômica, a partir de 1991 foi redefinida com as siglas CNIS.

O CNIS existe para:

  • Manter informações confiáveis dos estabelecimentos empregadores, permitindo maior controle sobre a arrecadação e eficácia da fiscalização trabalhista e previdenciária;
  • Atender com maior eficácia, os direitos dos trabalhadores, mantendo informações confiáveis sobre sua vida laboral, liberando-os gradualmente do ônus da prova;
  • Inibir fraudes e desvios na concessão de benefícios previdenciários e trabalhistas mediante o cruzamento das informações administradas pelos vários sistemas governamentais;
  • Simplificar e reduzir os procedimentos e os custos de coleta de informações sociais;
  • Contribuir para a integração das informações administradas por outras instituições governamentais no âmbito da Seguridade Social;
  • Gerenciar de modo racional e coordenado informações dispersas em sistemas de diversos órgãos governamentais.

Gostou?

Conte para nós como isso te ajudou.