TARIFA BRANCA DE ENERGIA – O que É, Como Solicitar

TARIFA BRANCA DE ENERGIA – O que É, Como Solicitar
O que achou deste artigo?

Tarifa Branca de Energia: Os gastos de luz fazem com que as pessoas enfrentem vários problemas ligados a essas questões. É por essa razão que o mais importante é procurar conhecer maneiras para que tudo possa ficar melhor ainda. É por meio disso tudo que a Tarifa Branca de Energia nasceu e hoje é uma realidade para as partes.

Tarifa Branca de Energia
Tarifa Branca de Energia

Pois é, já pensou como seria a sua vida pagando menos pela luz e tendo ajuda do governo? É, pode até parecer utopia, porém não é e por meio da Tarifa Branca de Energia tudo ficará bem melhor para todos.

Outro ponto que faz diferença de uma forma bem positiva é estar atento as condições de adesão ou não. O objetivo principal dessa postagem é conseguir te auxiliar em todas essas questões, que são bem grandes. No final das contas, esse texto vai te mostrar que a partir de agora você terá um benefício muito grande.

Tarifa Branca de Energia: O que é ?

Se por acaso você for um cidadão que tiver controle dos gastos de energia elétrica, é necessário prestar atenção. O governo lançou um programa que pode fazer com que você consiga gastar bem menos. Basta que faça o uso em dias e horários determinados e assim você conseguirá pagar um valor bem menor para tudo isso.

Caso você seja um cidadão que tem controle dos seus gastos de energia elétrica, fica atento aos melhores horários e dias para o consumo maior da energia pode pagar mais barato na conta de luz.

Quem aderir a tarifa branca de energia terá uma boa economia na conta de luz, contudo deverá usar os principais utensílios – ar-condicionado, chuveiro elétrico, máquina de lavar, ferro de passar roupas – que gastam mais energia em horários de menos uso da população.

Como funciona?

Para conseguir fazer a organização da Tarifa Branca de Energia, a Anael tomou uma atitude. Basicamente, existiu uma divisão dos dias úteis em três períodos, os de maior uso da população, o intermediário e o de menor uso. O que tiver maior geralmente são as três primeiras horas da noite, quando grande das pessoas chegam em casa depois do trabalho.

Já o intermediário é uma hora anterior e uma hora posterior as primeiras horas de pico. O de menor consumo são os outros horários, portanto, manhã, noite e madrugada. Quem consumir mais energia em horários de menor uso vai pagar

uma energia mais barata, nos horários de pico e intermediário o valor será mais elevado.

Nos feriados e finais de semana normalmente as tarifas cobradas são as mais baixo. Só que o consumidor deverá saber ao certo com a distribuidora de sua como que está sendo cobrado o valor correspondente a Tarifa Branca de Energia.

Quem tem direito

A Tarifa Branca de Energia teve o seu inicio no ano de 2018 e ainda não está disponível em todas as regiões. Ao menos por agora apenas os consumidores e empresas que estão localizados em áreas atendidas em baixa tensão (127V, 220V, 380V ou 440V) poderão participar da tarifa branca.

As famílias que estiverem localizadas nessas regiões é que estarão dentro desses parâmetros. Obviamente, que é necessário estar sendo considerado de baixa renda ou mesmo já possuir descontos. Sem esquecer dos locais que consumirem energia no formato de pré-pagamento não vão poder aderir ao programa.

Leia Também: 

Quem consome acima de 500 kWh já pode fazer a adesão a Tarifa Branca de Energia. Já aqueles que estiverem na faixa de 250 a 500 kWh somente em 2019 e abaixo de 250 kWh só poderá aderir em 2020.

Horários

Chega-se a um ponto bem interessante sobre o Tarifa Branca de Energia que é são os horários. Normalmente, os mesmos são estimulados com base nos horários que existirão maior ou menor consumo. É por essa razão que você deve estar atento também as informações que serão passadas pela companhia do seu estado.

A realidade é que se você consumir muita energia em horário de pico é preciso que você faça a adesão a Tarifa Branca de Energia. Já se você não consumir, então é mais interessante continuar da forma que está, porque será melhor. O principal é fazer uma reflexão e assim escolher a melhor alternativa para você.

Tarifa Branca: Simulador

A internet é uma bela ferramenta e hoje através dela é possível conseguir fazer uma simulação para saber a diferença. Tudo poderá mudar de acordo com o seu estado, portanto, é necessário acessar o site da companhia correspondente. Para o estado de São Paulo, basta fazer a simulação por meio desse link, que é o oficial.

Como solicitar

Para fazer com que a Tarifa Branca de Energia possa ser aderida por vocês é necessário seguir um simples passo. É preciso ligar para a distribuidora da sua região e assim pedir a mudança em até trinta dias. O principal é fazer tudo com paciência e também procurando saber tudo sobre o assunto e evitando que problemas maiores possam vir a aparecer no processo todo.

Gostou? Então Compartilhe:

Deixe um comentário